Veloz segunda-feira

Passou rápida a segunda,
nem disse a que veio.
Entrou pela sala e correu
para sair pela porta às onze da noite.

Me perdeu, essa segunda-feira.
(Ou a perdem os homens?)
Mais tempo que me escapou igual.
Uma segunda-feira a menos
no meu relógio da vida.

Que medo macabro este
o medo da velocidade do tempo
passar como fórmula 1
numa manhã de domingo.

Passar como um homem sentado
numa poltrona que comprou há anos
passa os canais que não gosta na tv.

passar como uma mãe que para seu filho
procura ensinar como gira o mundo.
(e saberá alguém como o faz?)
Que procura esconder que todos
– o vovô, a vovó, o titio, a titia –
procuram esconder um medo:
o da segunda-feira passar rápido
e nem dizer a que veio.
Passar pela sala e correr
para sair pela porta às onze da noite.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s