Cascos no escuro

Esta nau seguirá valente em frente
deslizando em silêncio sob as
águas pretas da noite sem lua,
sob o céu sem vida das trevas.

Sim, marujos famintos e moribundos!
Ela seguirá!
E o fará com fé
de que dias melhores sorrirão
para seu mastro e vela
para sua madeira e pano!
Com a esperança teimosa e boa
– se é que há outro tipo desta -,
que mesmo depois da morte vil
os segundos passarão mais suaves,
sem ao menos serem sentidos!

Esta nau, senhores marujos,
sente como um coração vivo,
avança como o sangue nas veias,
e quem orquestra isto somos nós,
cérebros ativos, mesmo molambos
e muitas vezes fracos, esquálidos
de viagens que outros homens,
outras águas, outros ventos
outra nau, outras vidas
jamais aguentariam!

Que siga!
Que siga pela noite escura
com a força de nossos gritos!
Que siga e rasgue o fracasso
e o despeje em pedaços
pelo mar morto!
Que siga, senhores marujos,
e que não pare nunca,
nunca mais!

Anúncios

Um comentário sobre “Cascos no escuro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s